Com o aval de 19 entidades sindicais, Fesserto vai à Justiça cobrar retroativo da data-base do Estado de 2015